Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

17 de junho de 2024

Ordenados diáconos para servir a Igreja na Eucaristia, na Palavra e na caridade

11/09/2023 . Notícias da Diocese

“Enviai sobre eles, Senhor, nós vos pedimos, o Espírito Santo que os fortaleça com os sete dons da vossa graça, a fim de exercerem com fidelidade o seu ministério.”

Na manhã do último sábado, 09 de setembro, no Santuário São Geraldo Majela, comunidade eclesial da Paróquia Nossa Senhora da Penha, em Itabira, com a participação de Dom Odilon Guimarães Moreira, nosso bispo emérito, de muitos clérigos (diáconos e padres) de nossa e de outras dioceses, de religiosos(as), seminaristas, candidatos ao diaconato permanente e de uma grande porção do Povo de Deus, pela imposição das mãos do Bispo Diocesano Dom Marco Aurélio Gubiotti, foram ordenados diáconos transitórios os seminaristas Júlio Cesar Santos e Paulo Henrique de Souza Leal. A prece e a imposição das mãos pelo Bispo Diocesano constituíram a parte central do rito de ordenação.

Diante do Santuário repleto de fiéis, o Dom Marco Aurélio afirmou, no começo da missa, ser esse um momento de grande alegria, fé e gratidão a Deus pelas vocações, mas, também, de oração para que sempre surjam novas e santas vocações aos ministérios ordenados.

Na homilia, Dom Marco Aurélio explicou que, no início da Igreja, os apóstolos, movidos pelo Espírito Santo e desejosos de dedicar mais tempo a oração e à pregação da Palavra, escolheram sete homens de bem para ajudá-los no serviço diário, em especial na prática da caridade com os mais pobres. Surgiu, assim, o diaconato. Sem o exercício da caridade, o exercício da Palavra se torna vazio, como dizia Santo Agostinho. Sem a caridade, também a Eucaristia perde o sentido.

Dom Marco Aurélio pediu aos fiéis que rezem pelos novos Diáconos, os vocacionados e todos os ministros ordenados, para que sejam sempre fiéis ao dom e à missão que os foi dada, para que possam servir bem ao povo de Deus e para a edificação da Igreja viva: servir a Igreja na Eucaristia, na Palavra e na caridade.

O rito de ordenação começou após a proclamação do Evangelho, com a apresentação dos candidatos ao diaconato. Padre Márcio Soares, Reitor do Seminário Diocesano, confirmou ao Bispo Diocesano que os candidatos são dignos para a Ordem do Diaconato, os mesmos confirmaram a opção de se colocarem a serviço do povo de Deus.

Após a homilia, os eleitos para a ordem diaconal assumiram publicamente, perante o Bispo, as exigências desse ministério: ser consagrado ao serviço da Igreja; desempenhar, com humildade e amor, o ministério diaconal como colaborador da ordem sacerdotal; guardar o mistério da fé e proclamá-la por palavras e atos; guardar para sempre o celibato; perseverar e progredir no espírito de oração; e imitar o exemplo de Cristo. Além disso, cada um deles prometeu respeito e obediência ao Bispo e a seus sucessores.

Na sequência, com os diáconos prostrados diante do presbitério, foi entoada a Ladainha de Todos os Santos, após a qual se seguiu a imposição das mãos e a prece de ordenação rezada por Dom Marco Aurélio Gubiotti.

Depois, cada um dos novos diáconos foi revestido da estola e da dalmática, como sinal do serviço ministerial para o qual foram ordenados. As vestes foram levadas a cada um deles por seus pais. Júlio Cesar Santos foi revestido pelos padres Ueliton Neves e Marcos Rosa e Paulo Henrique de Souza Leal por Dom Odilon Guimarães e o Diácono Permanente Geraldo Evangelista.

Após serem revestidos das vestes diaconais, os novos diáconos receberam do Bispo Diocesano o livro dos Evangelhos  e, na sequência, o abraço da paz, primeiro de Dom Marco Aurélio e depois dos diáconos presentes. Ao final da cerimônia, os neo-diáconos ofertaram rosas a Nossa Senhora, consagrando o seu ministério e dirigiram palavras de gratidão pelas orações, presença e colaboração de todos para a realização da ordenação.

Gratidão a todas as equipes de trabalho das Paróquias Nossa Senhora da Penha e Nossa Senhora da Piedade que colaboraram para a realização da ordenação diaconal; ao Sr. Luiz Alberto Bettero do Valle, presidente da Associação Recreativa dos Ferroviários de Itabira (ARFITA), onde foi servido o almoço; ao Sr. Feliciano Adilson Domingues, Diretor Regional da Aposvale, onde foi servido o café para os clérigos; à Sra. Laudicéia da Conceição Pinto, Diretora da Escola Municipal Cornélio Penna, onde foi servido o café para todos os fiéis; ao Sr. Flávio Raimon da Silva, Superintendente de Trânsito de Itabira (Transita); ao Sr. Tenente Coronel Barcelos, Comandante do 26º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), em Itabira; ao Sr. Pedro Fortunato dos Santos, do Restaurante Varanda, que com muita generosidade nos serviu todo o almoço; enfim, gratidão a todos os que fizeram suas doações para o café e outras doações. Deus abençoe a todos.

Pe. Ueliton Neves da Silva

Assessor Diocesano de Comunicação