Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

13 de julho de 2024

Missa da Unidade é celebrada na Catedral Diocesana

28/03/2024 . Notícias da Diocese

Na manhã desta quinta-feira santa, 28 de março, padres e diáconos da Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano participaram da Missa da Unidade e por ser o dia da instituição do sacerdócio ministerial, os presbíteros renovaram as Promessas Sacerdotais que fizeram no dia de sua ordenação. Realizada na Catedral Diocesana Nossa Senhora do Rosário, em Itabira, a missa foi presidida pelo bispo diocesano, Dom Marco Aurélio Gubiotti e contou com a presença de Dom Odilon Guimarães Moreira, bispo emérito.

Ordinariamente, a Missa da Unidade ou do Crisma acontece na manhã da Quinta-feira Santa, por ser o dia em que a Igreja celebra a Instituição da Eucaristia e o sacerdócio ministerial, porém, por questões pastorais, esta missa pode ser celebrada em outro dia.

A Missa do Crisma é marcada por dois grandes gestos. Um deles é a renovação das Promessas Sacerdotais e o outro é a bênção dos óleos dos catecúmenos e enfermos e a consagração do óleo do crisma. Estes óleos são utilizados nos ritos dos sacramentos do Batismo, Crisma, Ordem e Unção dos Enfermos, além da consagração e da dedicação de altares e Igrejas, ao longo do ano.

Após a homilia, os padres renovaram as promessas que foram feitas no dia da Ordenação Presbiteral. A renovação da vida sacerdotal, a renovação das Promessas Sacerdotais, embora de cunho pessoal, acontece de forma comunitária, com o clero reunido com o bispo ao redor do altar. Esse gesto que acontece a cada ano não é um simples rito, tem um significado profundo, cada padre renova as suas promessas sacerdotais com os seus irmãos no sacerdócio e com o bispo. Renova os compromissos sacerdotais diante do altar, que é a fonte, o sustento do sacerdócio; renova as Promessas Sacerdotais contando com os fiéis, reunidos e unidos em oração, com os cristãos leigos e leigas que tem um papel tão importante na Igreja. Portanto, para reavivar o dom de Deus recebido na Ordenação, precisam sempre desse olhar: para o altar, para o presbitério e para o povo, a comunidade. E este olhar deve se repetir a cada dia, para que todos possam experimentar, sempre mais, a alegria de ser discípulo do Senhor, de ser sacerdote do Senhor na sua Igreja.

Em seguida, três ânforas contendo azeite de oliva foram conduzidas por diáconos até o altar. O óleo dos catecúmenos – usado no Batismo – e o da Unção dos Enfermos foram abençoados. O óleo do Crisma foi consagrado e recebeu uma porção de bálsamo, um perfume delicado. Esses óleos são utilizados nas unções consacratórias do Batismo (o batizado é ungido no peito), da Confirmação (na fronte), da Ordenação Episcopal (sobre a cabeça do novo bispo) e da Ordenação Sacerdotal (na palma das mãos do neo-sacerdote). Também é utilizado em outros ritos, como na dedicação de uma Igreja e na consagração de um altar.

Ao fim da Celebração Eucarística, num gesto de fraternidade, Dom Marco Aurélio com um abraço agradeceu cada presbítero pela colaboração na missão de pastorear o povo de Deus na Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano. Na mesma oportunidade, abraçou Dom Odilon Guimarães Moreira, bispo emérito e o agradeceu neste gesto pelo seu testemunho de comunhão. Após a bênção final, os coordenadores regionais de pastoral entregaram aos representantes das paróquias da diocese os vasos com os santos óleos para serem entregues às comunidades paroquiais na missa da Ceia do Senhor na noite da quinta-feira santa.

Pe. Ueliton Neves da Silva
Assessor Diocesano de Comunicação

Fotos: Rayane Cristina Dionísio