Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

21 de setembro de 2021

A missão evangelizadora da Pascom pelas mídias

14/04/2020 . Notícias da Diocese

Prezados irmãos e irmãs, pasconeiros(as)

“Este é o dia que o Senhor fez para nós, alegremo-nos e nele exultemos!” (SI 117). Vivemos a alegria da ressurreição do Senhor. Com a sua ressurreição, Jesus cristificou toda humanidade, fazendo-nos novas criaturas, transformando-nos e nos dando vida nova.

Venho, em nome de toda nossa Diocese de Itabira-Cel. Fabriciano, com suas 50 Paróquias e mais de 600 comunidades eclesiais, agradecer a disponibilidade, o empenho e a dedicação que vocês têm demonstrado para com a evangelização na nossa Igreja, sobretudo nestas últimas semanas em que enfrentamos a pandemia do novo Coronavírus, o que nos obrigou a estabelecer a comunhão e alimentar a fé do nosso povo pelas redes sociais.

Os tempos não são auspiciosos, mas graças à sua boa vontade, ao seu empenho e determinação todos os fieis têm a oportunidade de participar e de comungar espiritualmente do mistério eucarístico. As experiências de transmissão dos diversos momentos celebrativos tem nos levado a um diálogo construtivo e maior comprometimento de todos.

Em nossas Paróquias transmitindo as celebrações ao vivo, comunidades paroquiais transmitindo a reza do terço, adoração ao Santíssimo Sacramento, os momentos únicos da Semana Santa… e tuuuudo isso que chegou à casa de cada família, pelas redes sociais, foi através da importante colaboração e atuação da Pastoral da Comunicação.

Sabe aquele recado sobre o “ao vivo” uns minutos antes? É a Pascom. Sabe aquela fotografia super bem produzida que dispensa qualquer legenda? Foi a Pascom quem a tirou. Sabe aquela iniciativa on-line, aquele aplicativo diferente, aquela plataforma para transmissão? É conduzido pela Pascom. Sabe as Lives que muitos andam curtindo? Foi iniciativa da Pascom. Sabe o folder com a programação de muitas Paróquias? Só pode ter sido a Pascom. Sabe aquela equipe que saiu de seu próprio isolamento social para garantir que as celebrações chegassem até tantos lares? Foi a Pascom.

Vi muitas pessoas falando sobre a Igreja no lar… sobre a vivência da fé em suas casas neste tempo de isolamento, mas pouco se fala de quem estava nos bastidores, por trás de tanta organização que, mesmo em meio ao amadorismo fez com que o objetivo fosse alcançado: evangelizar.

Mais do que nunca a pastoral da comunicação se torna o canal da graça para que o Mistério de Cristo chegue às famílias, santuários da vida, em suas igrejas domésticas.

É importante que cada um tenha consciência que a nossa ação pastoral de evangelizar por meio das mídias não se restringe a apenas um território. Por estes meios nossa ação se torna “urbi et orbi” e alcança quem jamais imaginaríamos.

Gostaria de deixar um apelo a cada Paróquia que ainda não tem a Pastoral da Comunicação e a cada irmão Padre: fomente vocações em sua realidade para esta missão. Articule e crie esta pastoral em sua paróquia/comunidade. A Pastoral da Comunicação é a pastoral da unidade, da integração, da partilha. A Pastoral da Comunicação é uma pastoral audaciosa que mesmo em meio a tantas dificuldades e escassos recursos tem se esforçado ao máximo para cumprir sua missão em cada realidade. As vezes em meio aos tropeços e aos erros mas sempre cheio de boa vontade para superá-los e corrigi-los.

Então, ao término de uma Semana atípica em que os nossos comunicadores das comunidades paroquiais fizeram de suas vidas uma ponte até tantas pessoas e lares, não há nada mais digno a dizer do que: “Muito obrigado”, pasconeiros(as). Sem vocês nossas celebrações não teriam alcançado tantas pessoas como alcançou. Sem vocês teríamos nos sentido mais isolados do que já estamos.

Este é o meu agradecimento a todos vocês enquanto assessor diocesano de comunicação que sou em nome de toda a nossa Diocese em forma de reconhecimento pela importância de todos e o que representam para a nossa Igreja Particular.

Que Nossa Senhora da Comunicação interceda sempre por vocês pasconeiros(as) e por todas as vossas respectivas comunidades.

Pe. Ueliton Neves da Silva
Assessor Diocesano de Comunicação