Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

29 de novembro de 2020

Infância e Adolescência Missionária

As notícias vindas dos missionários do Oriente, de modo especial da China, sobre a dura realidade das crianças (mortalidade, abandono…) sensibilizou o coração de Dom Carlos Augusto Maria José de Forbin-Janson, Bispo de Nancy e de Toul, Primaz da Lorena (França), despertando-lhe o desejo de aliviar os sofrimentos e salvar a vida de tantos inocentes. Teve então a ideia de convocar as próprias crianças para enfrentar o desafio “crianças ajudam e evangelizam crianças”, fundando a Obra da Santa Infância, hoje Infância Missionária, no dia 19 de maio de 1843, em Paris (França).

A Obra difundiu-se imediatamente nas dioceses da França, e em outros países da Europa e na América. Em 1844, quando Dom Carlos morreu, a Infância Missionária já estava organizada em 65 dioceses. No Brasil, ela chegou por meio de missionários franceses, em 1858. A partir de 1993, nas comemorações dos 150 anos de fundação, sua “chama ainda fumegante” readquiriu novo ardor, como “fruto novo do coração da Igreja”.

Objetivos

A Obra da Infância e Adolescência Missionária tem em vista:

1. Suscitar o espírito missionário universal entre as crianças.
2. Cooperar espiritualmente com orações, sacrifícios e testemunho de vida.
3. Despertar e fortalecer as vocações missionárias, anunciando Jesus Cristo aos que ainda não o conhecem.
4. Incentivar pais, educadores, catequistas a promoverem o protagonismo das crianças e adolescentes na evangelização e solidariedade universais.
5. Cooperar materialmente com ofertas, fruto de renúncias, para ajudar as crianças necessitadas dos cinco Continentes.

Coordenador(a)

Marli Helena Alves Oliveira