Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

21 de maio de 2024

Pascom Leste 2 marca presença no Semanário Nacional das Campanhas em Brasília (DF)

22/09/2023 . Igreja

Entre os dias 14 e 17 de setembro, na Casa Dom Luciano, em Brasília (DF), o Setor de Campanhas da CNBB, coordenado pelo Pe. Jean Poul, realizou o Seminário Nacional das Campanhas. O objetivo do evento foi apresentar como as Campanhas da Fraternidade, Missionária e da Evangelização são organizadas ao longo dos anos. O seminário teve início na quinta-feira com o almoço e se estendeu até o almoço de domingo. O evento contou com a participação de representantes de quase todos os dezenove regionais da CNBB, incluindo secretários executivos, representantes de pastorais e movimentos, além de pessoas ligadas à comunicação, como, por exemplo, Pascom Brasil, Signis Brasil, TV Aparecida, entre outras.

A ação serviu também para lembrar os sessenta anos da Campanha da Fraternidade, que serão comemorados em 2024. A Campanha da Fraternidade, como foi recordado pelo Pe. José Adalberto Vanzella, conhecido como Pe. Vanzella, antigo assessor da Campanha, teve origem em uma iniciativa na Arquidiocese de Natal, promovida pelo padre Eugênio Sales, que mais tarde se tornou o notável cardeal Eugênio Sales. Além disso, Pe. Vanzella ressaltou a necessidade de compreender a importância e o engajamento da Campanha como um movimento social que alcança diversos grupos e oferece benefícios à sociedade como uma ação concreta durante a Quaresma, além de destacar a sua relação integral com as perspectivas do Concílio Vaticano II.
No que diz respeito à Campanha Missionária, Pe. Tiago Camargo, assessor da Comissão Missionária, apresentou como ela é organizada anualmente no mês de outubro, conhecido no Brasil como o Mês Missionário, e destacou a importância das doações arrecadadas nesta Campanha para a manutenção das Obras Missionárias realizadas em todo o mundo.

A novidade para 2023 é que a Campanha para a Evangelização, conhecida por ser aquela que capta recursos para a manutenção das atividades pastorais nas dioceses, regionais e na própria CNBB, será a partir deste ano um momento de reflexão baseado nas práticas próprias do Advento. Pe. Jean Poul também apontou que a Campanha da Evangelização é a terceira maior fonte de renda da CNBB, contribuindo para a manutenção da entidade ao longo de muitos anos e possibilitando cada vez mais a articulação das ações pastorais da Igreja do Brasil.

No sábado, foi um momento de refletir sobre a Campanha da Fraternidade de 2024, cujo tema é “Fraternidade e Amizade Social”, com o lema inspirado em Mateus 23, 8: “Vós sois todos irmãos e irmãs”. A escolha desse tema foi feita com base na carta encíclica Fratelli Tutti, lançada em 2020 pelo Papa Francisco diretamente da Basílica de São Francisco em Assis. Essa encíclica foi notável por ser a primeira assinada fora dos muros do Vaticano.

A atual conjuntura social brasileira, marcada por uma crescente polarização, regada por ódio, hostilidade e Fake News, trouxe para a Igreja do Brasil uma motivação para enfrentar esses problemas, promovendo a cultura do encontro e do diálogo. É sabido que para isso, a missão começará a partir do exame de consciência de cada indivíduo que se dispuser a refletir sobre o tema. Além disso, o estímulo a uma comunicação assertiva e não violenta será fundamental para superar as diferenças e o ódio que são estimulados e experimentados, principalmente nas redes sociais.

O sentimento de esperança tomou conta dos mais de cinquenta participantes do evento, demonstrando que, ao conhecer e refletir sobre a proposta, todos saíram encantados, com os corações ardentes e com vontade de se colocarem a caminho, conforme lembra o Ano Vocacional. Do Regional Leste II, os representantes incluíam Amanda Oliveira da Arquidiocese de Uberaba e Pe. George Luís da Arquidiocese de Montes Claros, que fazem parte da Comissão para a Comunicação Social, Sônia Oliveira, também de Montes Claros, presidente Nacional da Comissão para o Laicato, Marcus Tullius da Arquidiocese de Belo Horizonte, coordenador da Pascom Brasil, Flávia Soares da Arquidiocese de Mariana, uma das articuladoras da Campanha, e o Pe. Rodrigo Silva, do clero da Diocese de Paracatu, residente na cidade de Belo Horizonte e secretário executivo do Regional Leste 2. A presença de tantas representações no Regional se destaca como um diferencial, pois permite que as articulações ocorram de maneiras distintas, em sintonia com as propostas do Setor de Campanhas da CNBB.

No domingo, a missa de encerramento foi celebrada na Basílica de São Francisco de Assis, em Brasília, por Dom Ricardo Hoepers, bispo auxiliar da Arquidiocese de Brasília e Secretário Geral da CNBB. Além de contar com a presença dos participantes do Seminário, a celebração incluiu o lançamento do Hino da Campanha da Fraternidade de 2024. Na homilia, Dom Ricardo refletiu sobre a liturgia do dia e fez uma conexão com o tema geral da Campanha da Fraternidade. Ele recordou o livro do Eclesiástico, que exorta nos versículos de 6 a 9 a: “Lembra-te do teu fim e deixa de odiar; pensa na destruição e na morte, e persevera nos mandamentos. Pensa nos mandamentos e não guardes rancor ao teu próximo. Pensa na aliança do Altíssimo e não leves em conta a falta alheia!” Além disso, referenciou o Evangelho, onde Jesus responde a Pedro que é necessário perdoar até “setenta vezes sete”. Dom Ricardo enfatizou a importância da conversão individual que cada um dos presentes deve assumir para que a Fraternidade e a Amizade Social possam verdadeiramente acontecer entre todos, sem distinção. As atividades foram encerradas com uma avaliação, conclusão e testemunhos na Casa Dom Luciano, onde os participantes compartilharam um pouco de suas experiências ao longo dos quatro dias.

Os próximos passos serão orientados pelas ações comunicativas discutidas pelo grupo de Comunicação que se reuniu no sábado à tarde, bem como pelos subgrupos divididos nas regiões Norte, Nordeste, Oeste, Leste e Sul. Esses subgrupos irão propor diretrizes de ação para reflexão ao longo da Quaresma. Além disso, nos dias 16 a 18 de outubro, está programada uma primeira formação para lideranças que fazem parte do Regional Leste 2. Para participar, basta fazer a inscrição no site do Leste 2.

Texto: Amanda Oliveira – Comissão para a Comunicação Social do Regional Leste 2

CNBB Leste 2