Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

24 de novembro de 2020

Paróquia São Geraldo Magela

A Paróquia São Geraldo surge num marco da história da Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano, foi criada no dia 7 de março de 2004, pelo bispo diocesano Dom Odilon Guimarães Moreira, sendo desmembrada da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, que por sua vez, originou-se da Paróquia Cristo Rei. Foi a primeira paróquia instituída por ele. São Geraldo Magela foi escolhido por votação, para ser o padroeiro. Está situada na Avenida das Flores, nº 885, bairro Bom Jardim, Ipatinga-MG. A Paróquia é composta pelos bairros: Bom Jardim, Esperança e Ideal, com aproximadamente 50 mil habitantes, tendo inicialmente nove comunidades.

Limita-se com a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, pela Avenida José Júlio da Costa e a Rua Arthur Azevedo, margeando o córrego Bom Jardim até a Rua Érico Veríssimo, salta o córrego Bom Jardim e a divisa segue pela rua que divide o bairro Esperança do bairro Cidade Nobre até o alto do morro. Limita-se com a comunidade do Caladinho, Coronel Fabriciano; descendo pelo morro situado atrás do Shopping do Vale, faz limite com a Paróquia Nossa Senhora da Esperança.

O primeiro pároco foi Pe. Alex Banza Ilunga e primeiro vigário, Pe. Mbuyi Kapinga Alphonse, ambos da Congregação do Imaculado Coração de Maria (CICM). Por meio de um acordo assinado pela Diocese de Itabira Coronel Fabriciano, a paróquia fica aos cuidados da Congregação do Imaculado Coração de Maria (CICM).

Com novo entusiasmo inicia uma nova maneira de ser Igreja, de se organizar e caminhar como Povo de Deus. E sob este espírito de uma nova paróquia formando uma rede de comunidades, vivencia de junho a outubro de 2004 o processo de preparação de sua primeira Assembleia Paroquial, no intuito de montar o rosto de cada comunidade e definir as prioridades de ação pastoral e evangelização.

No dia 11 de setembro de 2004 atendendo as orientações diocesanas institui o Ministério de Coroinhas que conta com assessoria espiritual do vigário Pe. Mbuyi Kapinga Alphonse.

Em dezembro de 2004 acontece a 1ª Assembleia Paroquial e a elaboração do 1º Projeto de Pastoral e Evangelização: A voz das comunidades impressa no 1º documento popular.Diante de seus desafios e missão a cumprir, a paróquia São Geraldo Magela definiu seu rosto e projetou sua evangelização e a ação pastoral assumindo ser uma Igreja Acolhedora – Misericordiosa, Participativa e Missionária.

No ano de 2005, dentre as prioridades da assembleia, destacou-se a implantação da Escola de Evangelização, cujo objetivo visa a formação dos leigos, preparando-os para assumirem seus ministérios na Igreja.

Em julho de 2005, com as Santas Missões a paróquia caminha  rumo ao 11º Intereclesial de Ceb’s; com visitas em todas as casas, vendo a realidade do seu povo. Mobilizou-se com a chegada da imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira da Diocese, numa grande manifestação religiosa, mais de trinta dias de oração nas casas. Nesta dinâmica houve grande resgate de cristãos. Recebeu por dez dias os missionários redentoristas. Os paroquianos abriram seus corações e lares para acolherem inúmeros irmãos participantes do 11º Intereclesial de Ceb’s. Inauguração do grande marco das Santas Missões que foi a construção do Cruzeiro na Comunidade São José.

No mês de outubro de 2005 realiza a Assembleia Avaliativa onde reassume a Igreja que quer ser: Participativa, Acolhedora, Missionária e Misericordiosa, aberta e generosa, capaz de aceitar o diferente, para que todos se sintam à vontade. E em comemoração ao dia do padroeiro, revela-se uma paróquia solidária, numa grande festa de comunhão fraterna.

Em dezembro deste mesmo ano, apresenta o 2º Projeto de Pastoral e Evangelização, fonte de vida e da missão da Igreja, desvenda mais um pouco o rosto da paróquia.

No dia  29/12/2005, por motivo de saúde, o vigário Pe. Alphonse deixou a paróquia.

Em março de 2006 a paróquia comemora o 2º  aniversário de instituição com uma grande festa da partilha.

Neste mesmo ano inicia-se os trabalhos para a vivência da Pastoral Orgânica, um novo jeito de ser Igreja. Também foi um ano de preparação para a Assembleia Diocesana de Pastoral, que mostrou a caminhada paroquial em comum união com a Diocese. Destacou-se a primeira Visita Pastoral de Dom Odilon Guimarães Moreira, quando oportunamente foi apresentado a ele o perfil das lideranças comunitárias, paroquial e o 3º Projeto de Pastoral e Evangelização onde revelou-se mais um pouco do rosto da paróquia.

Em dezembro de 2006 a formatura das primeiras turmas da Escola de Evangelização, 42 alunos. Um grande passo para a paróquia na formação de seus leigos.

No ano de 2007 a paróquia recebeu os seminaristas diocesanos Ronaldo Tôrre e Ricardo Caricatti para o estágio pastoral.

Em junho de 2007, quem assume como vigário, por um período de 1 ano, a pedido da congregação, foi Pe. Yohanes Karinus Laga. Aqui permaneceu até 16 /06/ 2008, quando foi transferido para Filipinas, a fim de  completar sua formação.

Em junho de 2008 houve nova assembleia paroquial, definindo inovações e reafirmando o seu projeto de evangelização.

A paróquia sediou o Congresso Diocesano da Pastoral Familiar em novembro de 2008, acolhendo irmãos de várias cidades, reafirmando sua condição  de Igreja  acolhedora .  No mesmo mês, a CICM (Congregação do Imaculado Coração de Maria) prestigiou a paróquia,celebrando seu aniversário.

Dia 24/10/2009, nasceu uma nova comunidade na paróquia, que recebeu o nome de São João Batista no bairro Esperança. Neste ano também recebeu a festa de ação de graças dos catequistas do Regional III, uma linda festa com a presença 1300 catequistas. Partilha de momentos celebrativos,  acolhendo  outras  paróquias da cidade. E junto com o já ordenado sacerdote Pe. Ronaldo Tôrre, que na época recebeu o ministério do acolitato na comunidade Nossa Senhora das Graças e celebrou seus votos da ordenação diaconal na matriz São Geraldo.

Chega à paróquia Pe. Richard Mbizi, da Congregação do Imaculado Coração de Maria,foi o novo vigário de10/12/2009 até 9/06/2011, quando fora enviado à Roma para formação.

Além dos  trabalhos   comunitários ,  acrescenta-se à  caminhada paroquial, encontros   e   estudos   de  conscientização  do compromisso missionário, tendo   em  vista  um  evento  de  grande  importância  para  todos as  SMP(Santas Missões Populares)  que realizada em julho de 2010.

Em abril de 2011 a paróquia recebe o comunicado que será devolvida à Diocese pela Congregação do Imaculado Coração de Maria (CICM), que permanece sob seus cuidados ainda por um período de seis de meses, a partir daí a Diocese de Itabira assume. Devido a problemas internos, a Congregação ficou impossibilitada de manter uma equipe de padres na paróquia.

Em 26/4/2012 foi acolhido Pe. Dirceu Pacífico da Diocese de Itabira como novo vigário paroquial, até 6/10/2012, quando foi transferido para a Paróquia Cristo Libertador.

No dia 9/2/2013, a Paróquia São Geraldo despediu-se de Pe. Alex ,seu pároco por nove anos e que agora segue novo caminho.  Recebeu a missão de guiar a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Itabira. E acolheu neste mesmo dia como novo pároco, em solenidade presidida por Dom Odilon, Pe. José Geraldo de Melo. Nessa data recebeu também o Diácono Paulo Marcony Simões, que permaneceu por um período de seis meses, hoje já ordenado padre.

Aos 11/4/2013 nasceu a 11ª comunidade, a São Sebastião, no bairro Bom Jardim, em solenidade presidida pelo Pe. José Geraldo de Melo.

Em julho de 2016 a paróquia acolheu seu futuro vigário Pe. Sérgio Henrique Gonçalves.

Pe. José Geraldo de Melo conduziu o pastoreio na paróquia até o dia 28/8/2016 e seguiu sua missão para a formação da nova Paróquia São João Batista, em Cachoeira do Vale em Timóteo-MG.

Aos 5/9/2016 foram empossados, em solenidade presidida por Dom Marco Aurélio Gubiotti, Pe. Hideraldo Veríssimo Vieira como novo pároco e Pe. Sérgio Henrique Gonçalves como vigário. A paróquia recebeu novo ardor e segue confiante na missão a ela confiada. Durante esse período a paróquia acolheu o Grito dos Excluídos, o DNJ- Dia Nacional da Juventude.

Em 2017 a paróquia acolheu os três seminaristas diocesanos Ivan, Rafael Bruno e Ludugério  do Seminário  Diocesano São José, situado em Belo Horizonte, para experiência pastoral.

No ano de 2019 acolheu com muito empenho, carinho e dedicação a ordenação Presbiteral de um de seus filhos, o Pe. Adriano Mendes.

Em 02 de janeiro de 2020, Pe. Sérgio Henrique Gonçalves  foi transferido para assumir a função de Vigário Paroquial nas paróquias São José em Passabém e Nossa Senhora das Oliveiras em Itambé do Mato Dentro – MG.

No dia 6 de fevereiro, a pedido de Dom Marco, Pe. Hideraldo Vieira,  acolheu Pe. Antuniel Ribeiro Augusto da Diocese de Santo Amaro – SP, que optou por vivenciar seu Ano Sabático na Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano, inicialmente na paróquia São Geraldo, como colaborador, não assumindo portanto, a função de vigário.

Até o atual momento (2020) a Paróquia São Geraldo recebeu 7 (sete) Padres, sendo três como Párocos e quatro como Vigários Paroquiais.

No pastoreio de Pe. Hideraldo Verissimo Vieira destaca-se nas atividades pastorais e de evangelização a estruturação da EPAP – Equipe Paroquial de Assessoria Pastoral; Assessoria às pastorais e movimentos; as visitas pastorais e unidade entre os CPCs e CPP; Realização das Missas e bênçãos; implantação do Ministério de Acólitos; dinamização da Dimensão Social com integração ao CPAE proporcionando parcerias e colaboração para as pastorais, movimentos, entidades as quais citamos: a Sociedade São Vicente de Paulo (Contribuição financeira aos 4 Conselhos Particulares Vicentinos), Associação Coral Gente Nossa (Projeto Paroquial de Música), Associação Te Encontro pelas Quadras (Cursos profissionalizantes), Se Toque (doação de biscoitos e cumbucas), CataVale (Associação Catadores) – doação de cestas, Biogerais (reciclagem de óleo de cozinha), Criança e Adolescente Feliz (CAF), Associação Ambientalista Samambaia (ASAS) – revitalização de nascentes, Movicat; Incentivo à Campanha do Quilo para contribuição às conferências. Trabalho em conjunto com a Pastoral da Comunicação na elaboração do Jornal Paroquial Anúncio em Ação e publicações das redes sociais da paróquia; Parceria com a Rádio Liberdade FM 98.7 para transmissão do programa “A Voz da Igreja” e a Missa Dominical.

Nas atividades administrativas destacamos a implantação do projeto de Caixa Único que na vida da paróquia visa ser um novo jeito de organizar os recursos financeiros utilizados para a manutenção da paróquia e suas comunidades, para a solidariedade e para a Evangelização. E mais um de seus frutos, além dos citados acima junto às pastorais, foi a construção do templo da comunidade São Sebastião no bairro Bom Jardim. Reestruturação do CPAE – Conselho Paroquial para Assuntos Econômicos; Formação da EPAF – Equipe Paroquial de Assessoria Financeira.

Nos espelhemos na Samaritana, sejamos uma Igreja participativa e missionária, quando atraímos os outros pela fé. Aprendamos com o Samaritano  a nos tornar acolhedores e misericordiosos. Que o Espírito Santo nos ilumine na caminhada e Maria , Mãe da Igreja interceda por nós sempre!

 

Texto elaborado, adaptado, corrigido por:

Pe. Hideraldo Vieira, Conceição Toledo e Graça Joana

Fonte: site paroquial, livro de tombo

Geraldo nasceu em 1726 em Muro, pequena cidade do sul da Itália. Sua mãe, Benedita, foi uma bênção para ele, pois ensinou-lhe o imenso amor de Deus que não conhece limites. Ele era feliz por estar perto de Deus.
Geraldo tinha quatorze anos quando seu pai morreu e ele ficou sendo o arrimo da família. Tornou-se aprendiz na alfaiataria da cidade e era maltratado pelo mestre. Passados quatro anos de aprendizado, quando ele poderia montar sua própria alfaiataria, disse que ia trabalhar como empregado do bispo de Lacedônia. Seus amigos lhe aconselharam a não assumir o trabalho. No entanto, os ímpetos de ira e as constantes repreensões que impediram os outros empregados de permanecer mais que poucas semanas nada eram para Geraldo. Foi capaz de exercer todos os encargos e trabalhou três anos para o bispo até a morte deste. Quando acreditava que estava fazendo a vontade de Deus, Geraldo aceitava qualquer coisa. Se batiam nele na alfaiataria ou se o bispo não lhe dava valor, pouco importava; via o sofrimento como parte do seu seguimento de Cristo. “O senhor bispo gostava de mim” – dizia. E já então, Geraldo costumava passar horas diante de Jesus presente no Santíssimo Sacramento, o sinal do seu Senhor crucificado e ressuscitado.
Em 1745, com 19 anos, voltou para Muro onde montou uma alfaiataria. Seu negócio prosperou, mas ele não ganhou muito dinheiro. Praticamente dava tudo para os outros. Guardava o que era necessário para sua mãe e suas irmãs e dava o resto aos pobres. Geraldo não passou por uma conversão repentina e espetacular, apenas foi crescendo constantemente no amor de Deus. Durante a Quaresma de 1747 ele resolveu ser completamente semelhante a Cristo o quanto lhe fosse possível. Fez penitências mais severas e as humilhações não eram problemas para ele.

Vocação religiosa

Quis servir plenamente a Deus e pediu admissão no convento dos Capuchinhos, não sendo
porém aceito. Aos 21 anos tentou a vida de eremita. Tal era a sua vontade de ser semelhante a
Cristo, que aceitou imediatamente a chance de representar o papel de Cristo num Drama da
Paixão, um quadro vivo apresentado na catedral de Muro.

Pároco

Pe. Hideraldo Verissimo Vieira

Colaborador Paroquial

Pe. Antuniel Ribeiro Augusto ( Diocese de Santo Armário- São Paulo)

Telefone

(31) 3826-5213

Telefone

(31) 98699-0212

Site

www.paroquiasaogeraldo.com.br

E-mail

pqsaogeraldo@yahoo.com.br

Comunidades

Matriz São Geraldo Magela
Avenida das Flores, 885 – B. Bom Jardim

Comunidade Nossa Senhora Aparecida
Rua Papoula 530 – B. Bom Jardim

Comunidade São José
Rua Joaquim Gonçalves Rosa, 1390 – B. Bom Jardim

Comunidade Sagrada Família
Rua Jenipapo 45 – B. Bom Jardim

Comunidade Maria de Nazaré
Rua Francisca Constância, 65 – B. Bom Jardim

Comunidade São Sebastião
Rua Girassol 10 -B. Bom Jardim

Comunidade Santo Antônio
Rua Orlando Silva, 595 – B. Ideal

Comunidade Atos dos Apóstolos
Rua Manoel Izídio 1174 – B. Ideal

Comunidade Nossa Senhora das Graças
Rua Centáurea, 15 –B. Esperança

Comunidade São João Batista
Rua Verônica 115 –B. Esperança

Comunidade São Francisco de Assis
Rua C, 301 - B. Esperança

Horários de Missas e Celebrações

(Não os horários durante a Quarentena)

DOMINGO
10h e 19h30-Matriz São Geraldo Magela
07h e 18h-Comunidade Nossa Senhora Aparecida
08h30 - Comunidade São José
08h30 - Comunidade Sagrada Família
08h30- Comunidade Santo Antônio
07h e 19h30- Comunidade Nossa Senhora das Graças
08h30 e 18h - Comunidade Atos dos Apóstolos
19h30 - Comunidade São Francisco de Assis

TERÇA-FEIRA
07h-Comunidade Maria de Nazaré

QUARTA-FEIRA
07h - Comunidade Nossa Senhora das Graças
07h - Comunidade Santo Antônio
07h -Matriz São Geraldo Magela
19h30–1ª quarta - Adoração ao Santíssimo - Comunidade Nossa Senhora Aparecida
19h30–1ª quarta - Adoração ao Santíssimo -Comunidade Maria de Nazaré

QUINTA-FEIRA
19h30 – Missa e bênçãos – Matriz São Geraldo
19h30–1ª quinta - Adoração ao Santíssimo -Comunidade Sagrada Família
19h30–1ª quinta - Adoração ao Santíssimo -Comunidade São João Batista
19h30–1ª quinta - Adoração ao Santíssimo -Comunidade Nossa Senhora das Graças
19h30–1ª quinta - Adoração ao Santíssimo -Comunidade São Francisco de Assis
19h30–1ª quinta - Adoração ao Santíssimo -Comunidade Santo Antônio
19h30–1ª quinta - Adoração ao Santíssimo -Comunidade Atos dos Apóstolos

SEXTA-FEIRA
07h- 1ª sexta-feira - Comunidade Nossa Senhora das Graças
19h30- 1ª sexta-feira - Comunidade Atos dos Apóstolos
19h30- 1ª sexta-feira - Matriz São Geraldo Magela

SÁBADO
18h - Comunidade São Francisco de Assis
18h - Comunidade São João Batista
18h- Comunidade Maria de Nazaré
19h30 - Comunidade Santo Antônio
19h30- Comunidade São Sebastião
19h30 - Comunidade Sagrada Família