Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

08 de julho de 2020

Paróquia Nossa Senhora da Piedade

A Paróquia Nossa Senhora da Piedade é uma circunscrição eclesiástica católica brasileira, sediada no município de Itabira, no interior do estado de Minas Gerais, sito à Rua Nossa Senhora da Piedade, número 34, bairro Campestre 1. Pertence à Diocese de Itabira- Cel. Fabriciano, estando situada, na Região Pastoral 1. Foi criada em 11 de agosto de 1982.

Na década de 1940, no bairro Campestre, já existia uma pequena capela, situada na Rua dos Coqueiros de Trás, área do atual estádio Israel Pinheiro, dedicada à Nossa Senhora da Piedade. As missas eram celebradas pelos padres: Olímpio, Sudário ou Cônego Guilhermino, auxiliados pelas Irmãs do Colégio Nossa Senhora das Dores. Com a chegada da Companhia Vale do Rio Doce a Itabira, esta capela, acabou ficando em meio às construções que estavam sendo iniciadas. Como a empresa precisou ampliar o espaço para a montagem de oficinas e outros departamentos, surgiu a mudança de local desta capela, que foi demolida e reconstruída pela própria CVRD, por volta de 1948, sob a responsabilidade do engenheiro Dr. Carlos Nunes de Lima, permanecendo até os dias atuais. Pertencia à Paróquia Nossa Senhora do Rosário, atual Catedral. Foi elevada à categoria de Paróquia em 11 de agosto de 1982, pelo bispo Dom Mário Teixeira Gurgel, (in memoriam), representada pelo Monsenhor José Lopes de Magalhães. Teve como primeiro pároco, o Pe José Cláudio Dias, seguido pelos padres: Elder Alves da Silva, Márcio Soares, Emanuel Cordeiro Costa e atualmente: Francisco Cézar da Cruz Neto.

Nossa Senhora da Piedade é um Título e uma imagem da Virgem Maria inspirados na famosa “Pietá”, de Michelangelo e em Nossa Senhora das Dores. Trata-se de uma imagem que “fala” pela força da expressão artística. Na imagem, Nossa Senhora está com seu Filho Jesus morto nos braços. Remete a um momento muito específico de dor e sofrimento, logo após a morte de Jesus na cruz.
Teologia da imagem

A imagem de Nossa Senhora da Piedade contém uma teologia profunda. Jesus, morto, recém descido da cruz, nos braços de sua mãe. Retrata o sacrifício de salvação feito por Jesus e Maria como corredentora, acompanhando seu filo até o fim. Retrata a dor da Mãe que, consciente de sua missão, oferece seu filho pela salvação da humanidade. Ela representa também a dor de milhões de mães que sofrem por seus filhos, vítimas de todo tipo de sofrimento.
História

A representação mais antiga de que se tem notícia de Senhora da Piedade encontra-se em Portugal. Trata-se de uma obra pintada em madeira, fixada numa das várias capelas presentes no claustro da Sé, na cidade de Lisboa. Pertencia a urna Irmandade muito antiga, que tinha como missão enterrar os mortos, visitar e consolar os presidiários e acompanhar os condenados à pena de morte. Com efeito, tal imagem aparece em 1230 acompanhando ninguém menos que o pai do famoso Santo Antônio, a caminho da pena de morte. O pai foi salvo pelo filho santo, que demonstrou milagrosamente sua inocência.
Emblema

Essa pintura de Nossa Senhora da Piedade foi, durante séculos, o emblema das Santas Casas de Misericórdia em Portugal. Essas casas foram fundadas por frei Miguel de Contreiras.
Encontrada no tronco de uma árvore

Há também uma outra história de Nossa Senhora da Piedade em Portugal. Esta recebeu o “apelido” de Nossa Senhora da Piedade de Merceana. A tradição conta que esta imagem apareceu no tronco de uma árvore, no século XII. Certa vez um camponês começou a observar que um de seus bois se afastava para o campo todos os dias sempre no mesmo horário. Algum tempo depois, voltava. O homem chamou outros companheiros e seguiram o boi. O animal dirigia-se a uma carvalheira, e se ajoelhava debaixo dela, fixando os olhos num de seus galhos. No alvo do olhar do boi encontraram uma pequena imagem de Nossa Senhora da Piedade. Mais tarde, construíram uma pequena capela naquele local e a devoção cresceu.
A devoção chegou ao Brasil

Foi provavelmente este culto a Nossa Senhor ada Piedade que chegou ao Brasil e se fixou em Minas Gerais, pois ela era a padroeira de Guaratinguetá, parada obrigatória dos bandeirantes a caminho do interior, até chegar à Serra da Piedade, peto de Caeté e de Belo Horizonte, onde existe um santuário dedicado a ela. Vários relatos de graças e milagres acompanham a imagem de madeira desde a sua fixação no Santuário. Sua festa acontece no dia 15 de setembro, um dia depois da festa da Exaltação da Santa Cruz.
Oração a Nossa Senhora da Piedade

“Nossa Senhora da Piedade, Mãe das Dores, invocada por todas as dores que nos afligem (desemprego, vícios, problemas familiares, injustiça, dívidas, doenças, dificuldades materiais, espirituais, problemas de última hora e imprevistos como nas bodas de Canaã que faltou vinho)...

Peça ajuda a Nossa Senhora da Piedade, rezando com fé sua oração.

Oração: Nossa senhora da Piedade, Mãe da Igreja e nossa Mãe, pela Dor que sofrestes quando aos pés da cruz recebestes em vossos braços o corpo de Jesus, que morreu pelos nossos pecados, nós vos pedimos que acolhais em vossas mãos o meu pedido, socorrei-me e intercedei na minha Dor ( fazer o pedido de graça a ser alcançada).

Nossa Senhora da Piedade, Mãe das Dores, tenho a certeza de alcançar esta graça, pela vossa intercessão e pelos merecimentos do preciossísimo sangue de vosso Filho Jesus. Amém.

Rezar um Pai Nosso, sete Ave Marias ( pelas sete dores de Nossa Senhora) um glória ao Pai e fazer o sinal da cruz.”

Pároco

Pe. Francisco César Cruz Neto

Vigário Paroquial

Pe. Adriano Mendes de Pinho

Telefone

(31) 3831-6687

E-mail

paroquianspitabira@gmail.com

Comunidades

Nossa Senhora da Piedade
Rua Nossa Senhora da Piedade, 34-Campestre 1,

São José e São Judas Tadeu
Rua Raimundo de Souza, 182-Bela Vista

Nossa Senhora das Graças
Rua Pássaro Verde, 140- Pedreira

Nossa Senhora da Conceição
Rua Curvelo, 16-Jardim das Oliveiras

Nossa Senhora Aparecida
Rua Raio de Luz, 155-Nova Vista

Nossa Senhora de Fátima
Gaspar, Zona Rural

Santo Antônio
Morro Santo Antônio, Zona Rural

Nossa Senhora de Sant’Ana
Duas Pontes, Zona Rural

São Sebastião
Gatos- Zona Rural

Horários de Missas e Celebrações