Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

24 de novembro de 2020

Paróquia Nossa Senhora da Conceição

Ipoema, antes de ser elevada à dignidade de Paróquia, era capela filial pertencente à Paróquia de Senhora do Carmo. Seu nome primitivo era Santo Afonso da Aliança, por causa da família de Afonso Guerra. Esta família foi quem doou o patrimônio onde se instalou a primitiva capela. Segundo algumas pessoas fidedignas os primeiros habitantes de Santo Afonso da Aliança foram: Antônio Mendes e sua esposa Dona Ana Vaz de Jesus. Esta família morava na fazenda Pouso Alegre. Seus filhos chamavam-se: João Afonso Mendes, que mais tarde ordenou-se padre; Mariana Vaz de Jesus e Catarina Vaz de Jesus. Dona Catarina casou-se com Manoel de Souza Guerra, que era filho de pais portugueses, nascido em Sabará, Estado de Minas.

A capela filial de Santo Afonso da Aliança que mais tarde passou a chamar-se Ipoema, foi elevada à paróquia aos 12 de outubro de 1969 por Dom Marco Antônio Noronha, primeiro bispo de Itabira. Sua padroeira é Nossa Senhora da Conceição, cuja festa é celebrada no dia 08 de dezembro.

O primeiro pároco após a criação da paróquia foi o Revmo. Padre João de Oliveira, e o segundo pároco é o Revmo. Padre Pedro Paulo Pessoa, que começou a dirigir a paróquia a partir do dia 31 de outubro do mesmo ano de sua criação. Ao longo de toda a existência desta paróquia foram muitos padres que por ela passaram pastoreando o povo da região. Houve momentos em que ela foi assistida por padres que vinham de outras paróquias, em outros momentos alguns padres nela residiam, sendo que num período bastante longo sua administração e assistência pastoral se deu por meio das irmãs Salvatorianas que nela trabalharam de 1974 a 1979. Esta paróquia limita-se com as paróquias de Itabira, Bom Jesus do Amparo e Senhora do Carmo. Atualmente, além da igreja matriz ela se compõe de mais 7 comunidades constituídas com capela e organização de lideranças, além de mais 3 localidades que se organizam como comunidade eclesial sem capela.

(Fonte: Livro Tombo da Paróquia)

“Esta verdade, reconhecida pela Igreja de Cristo, é muito antiga. Muitos padres e doutores da Igreja oriental, ao exaltarem a grandeza de Maria, Mãe de Deus, usavam expressões como: cheia de graça, lírio da inocência, mais pura que os anjos.
A Igreja ocidental, que sempre muito amou a Santíssima Virgem, tinha uma certa dificuldade para a aceitação do mistério da Imaculada Conceição. Em 1304, o Papa Bento XI reuniu na Universidade de Paris uma assembleia dos doutores mais eminentes em Teologia, para terminar as questões de escola sobre a Imaculada Conceição da Virgem. Foi o franciscano João Duns Escoto quem solucionou a dificuldade ao mostrar que era sumamente conveniente que Deus preservasse Maria do pecado original, pois a Santíssima Virgem era destinada a ser mãe do seu Filho. Isso é possível para a Onipotência de Deus, portanto, o Senhor, de fato, a preservou, antecipando-lhe os frutos da redenção de Cristo.
Rapidamente a doutrina da Imaculada Conceição de Maria, no seio de sua mãe Sant’Ana, foi introduzido no calendário romano. A própria Virgem Maria apareceu em 1830 a Santa Catarina Labouré pedindo que se cunhasse uma medalha com a oração: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós”.
No dia 8 de dezembro de 1854, através da bula Ineffabilis Deus do Papa Pio IX, a Igreja oficialmente reconheceu e declarou solenemente como dogma: “Maria isenta do pecado original”.
A própria Virgem Maria, na sua aparição em Lourdes, em 1858, confirmou a definição dogmática e a fé do povo dizendo para Santa Bernadette e para todos nós: “Eu Sou a Imaculada Conceição”.
Conforme registros e testemunhos, com base nos documentos da Igreja e da espiritualidade Mariana, no contexto da religiosidade do povo Mineiro e desta região, a paróquia, já no ato de sua criação, recebeu como padroeira Nossa Senhora da Conceição, conforme provisão do então bispo diocesano Dom Marcos Antônio Noronha, datada de 12 de outubro de 1969.

Administrador Paroquial

Pe. Francisco Neto Guerra

Diácono Paroquial

Diácono Gustavo da Silva Alves

Telefone

(31) 3840-6670

E-mail

paroquiaipoema@gmail.com

Comunidades

São José
Macuco

Senhor do Bonfim
Morro Redondo

São Geraldo
Laranjeiras

Mãe Rainha
Duas Pontes

São José
Botica

São José
Turvo

Santa Catarina
Santa Catarina

Horários de Missas e Celebrações

Igreja Matriz
Domingo – 09:00
Sexta-feira – 19:00

Comunidade Rurais:
Uma vez ao mês ou de acordo com as festas litúrgicas e dos padroeiros, sem data fixa.