Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

19 de julho de 2024

Paróquias de Itabira se unem na celebração das 24 horas para o Senhor

15/03/2021 . Notícias da Diocese

“Ele perdoa todos os teus pecados”

Assim desejamos e esperamos: que Ele perdoe todos os nossos pecados. Mas o perdão de Deus exige uma contrapartida. Sim! E não é algo simples: Ele exige o verdadeiro arrependimento.

O Antigo Testamento nos dá uma ideia de “por onde” passa a verdadeira conversão.

“Quando eu fechar o céu e não houver chuva, quando eu ordenar aos gafanhotos que devorem o país, quando eu enviar a peste contra meu povo, se o meu povo, sobre quem foi invocado o meu Nome, se humilhar, orar, buscar a minha presença e se arrepender de sua má conduta, eu, do céu, escutarei, perdoarei seus pecados…” (2Cr 7,13s)

Mas ninguém melhor do que Jesus para nos ensinar os caminhos do arrependimento:

“Ide, pois, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Com efeito, eu não vim chamar justos, mas pecadores.” (Mt 9,13)

O que Jesus nos diz muito claramente é que O seu Pai, a Quem Ele conhece intimamente, tem nítida preferência pela sinceridade do que vai no coração. Ele quer enxergar a verdade nas nossas profundezas e saber que, apesar dos nossos pecados, Ele está conosco, seu Sopro reside em nós.

É pela vivência integral deste Sopro em nós que devemos lutar, orar, pedir, implorar quando for preciso.

24 horas para o Senhor

Desde 2014, próximo ao IV Domingo da Quaresma (Domingo Laetare), as 24 horas para o Senhor é uma iniciativa do Papa Francisco, celebrada no mundo todo e organizada pelo Pontifício Conselho para a promoção da Nova Evangelização.

Duas atividades se destacam e marcam este momento: a celebração do Sacramento da Reconciliação e a Adoração Eucarística.

Algumas palavras-chaves estão sempre presentes nas falas do Papa Francisco. Entre elas, a misericórdia e o perdão. As duas estão interligadas.

A misericórdia pressupõe-nos um sentimento solidário, de compaixão em relação ao próximo. Também exige de nós, em muitas circunstâncias, a manifestação de um ato mais concreto diante desse sentimento, como a atitude de perdoar.

“Antes do pecado, vem o pecador. No coração de Deus, eu, tu, cada um de nós vem em primeiro lugar; vem antes dos erros, das normas, dos juízos e das nossas quedas” – Papa Francisco.

Se pedimos a Deus que olhe para as nossas misérias com compaixão e nos perdoe, evidencia-se a certeza de que deveríamos fazer o mesmo.

De maneira muito propícia, as 24 horas para o Senhor acontece exatamente na Quaresma – o tempo que nos convida a viver mais intensamente a conversão e reconciliação com Deus, já vislumbrando e nos preparando para a alegria da Páscoa.

É neste contexto, de joelhos dobrados e súplicas, que louvamos por 24 horas o Senhor Nosso Deus.

As nossas 24 horas para o Senhor

Há um certo choro, tolhido e engasgado, na garganta de muitos cristãos católicos mundo afora. É reflexo da pandemia.

Em Itabira, com a “Onda Roxa”, as igrejas voltaram a ter suas portas fechadas – de volta ao recolhimento das igrejas domésticas.

Mas isso não nos impediu de vivenciarmos os instantes de oração e adoração, em comunhão com a nossa Igreja Particular da Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano e com a Igreja do mundo todo.

As paróquias Nossa Senhora da Saúde, Nossa Senhora da Penha e Sagrado Coração de Jesus, comungando deste espírito fraterno, alicerçadas no diálogo – proposta marcante da Campanha da Fraternidade Ecumênica (2021) -, construíram uma programação conjunta, de forma a atender às comunidades paroquiais e outros tantos fiéis que tiveram acesso à programação.

Na impossibilidade de receber as pessoas para a confissão e também de realizarem a Celebração Comunitária da Reconciliação, bem como a Santa Missa presencial, as três paróquias se organizaram para as transmissões via redes sociais.

Padre Renato Menezes/ Paróquia Sagrado Coração de Jesus – durante momento de adoração

Na sexta-feira, 12/03, das 16h às 18h, a Paróquia Sagrado Coração de Jesus abriu as atividades das 24 horas para o Senhor. Sob a coordenação do pároco, Padre Renato Menezes, os fiéis acompanharam através do YouTube a reza do santo terço e o momento de adoração. Foram duas horas ao vivo, na presença de Jesus Eucarístico:

Jesus, nós te adoramos. Fica conosco, Senhor! Salva-nos, perdoa-nos, santifica-nos. Jesus, protege-nos! Jesus, guia-nos! Jesus, governa-nos! Nós confiamos em Ti! Pai Celeste, nós vos oferecemos o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso diletíssimo Filho, em reparação de nossos pecados, das blasfêmias, todos os sacrilégios com que Ele tem sido ofendido por nós e pela humanidade.

Padre Paulo Marcony/ Paróquia Nossa Senhora da Saúde – durante adoração na Igreja Matriz

No sábado (13/03) pela manhã, das 9 às 11h, foi a vez do Padre Paulo Marcony, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Saúde, presidir o momento de adoração da Igreja Matriz, transmitido pelo facebook e site:

Irmãos e irmãs, estamos aqui reunidos para juntos com o Papa Francisco e com toda a Igreja no mundo aprender a seguir o Evangelho, adorando a Eucaristia, mistério da presença real de Jesus entre nós. Neste tempo quaresmal, voltamo-nos para a misericórdia de Deus, implorando o seu perdão para que possamos ser menos indignos para celebrarmos o Mistério da sua Paixão, Morte e Ressurreição. Mesmo sem a presença de vocês, amados irmãos e irmãs, aqui estamos em comunhão, oferecendo este momento de espiritualidade. Neste tempo favorável da graça do Senhor pedimos a Ele que continue alimentado a nossa fé, a nossa esperança.

Padre Ueliton Neves/ Paróquia Nossa Senhora da Penha – durante adoração no Santuário São Geraldo

E na parte da tarde, das 14h às 16h, direto do Santuário São Geraldo Magela, o Padre Ueliton Neves, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Penha, presidiu a Santa Missa e, logo após, a adoração ao Santíssimo Sacramento.

Apresente ao Senhor tudo aquilo que se encontra em seu coração, seus momentos de tristeza, de dificuldades. Apresente ao Senhor essa situação que temos enfrentado no Brasil e no mundo inteiro, diante desta pandemia. Faça desta, também, a oportunidade de pedir ao Senhor perdão. Perdão, Senhor, por não ter te amado como deveria. Perdão, Senhor, por não ter me dedicado mais à vida de oração. Perdão, Senhor, por não ter sido instrumento da paz, do diálogo numa sociedade tão plural, onde tem reinado a discórdia e tantos conflitos.

Ao longo das três transmissões realizadas pelas paróquias, houve intensa participação dos fiéis com comentários, preces e orações:

Efigênia Vieira​ – “A igreja celebrando as 24 horas para o Senhor e nós, rezando juntas pela cura do mundo, pela conversão dos pecadores e salvação das almas.”

Arlete da Consolação Silveira​ – “Senhor liberta o mundo desta pandemia”

Andreia Lucia – ​“Peço oração a todas as pessoas que sofrem com algum familiar com a covid”

Welesson Geraldo Ferreira Vicente – “Oro por todos meus familiares e almas do purgatório”

Maria Carla Fernandes – “Tenha misericórdia de nós e do mundo inteiro. Livrai-nos dessa pandemia”

Mônica Madureira – “Obrigada, Senhor, por tão grandioso momento”

Denisia Sena – “Senhor Jesus, visita cada leito de hospital e leva a cura, o ar que está faltando a cada filho que está sofrendo em decorrência desta pandemia”

Poliana Rose Paula – “Em meu barco está o Senhor… comigo, contigo, conosco. Ele não vai afundar… Ele ordenará e o mar agitado e revolto se acalmará sobre todas as tempestades”

Pastoral da Comunicação
Liliene Dante