Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

27 de setembro de 2023

Pastoral Familiar: dom Bruno motiva assessores e bispos a percorrerem “caminho longo” sem medo de errar

25/05/2023 . Igreja

A Comissão Nacional da Pastoral Familiar deu início, na noite de terça-feira, 23 de maio, ao Encontro de Bispos Referenciais e Assessores da Pastoral Familiar. O encontro é realizado no Hotel Rainha do Brasil, em Aparecida (SP). Na abertura do encontro, o bispo de Campo Mourão (PR) e presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Bruno Elizeu Versari, motivou os assessores a percorrerem com ele o “caminho longo” no acompanhamento às famílias sem medo de errar.  

Eleito na última assembleia geral da CNBB, em abril, dom Bruno disse ter assumido com alegria esse serviço da Igreja cujo foco é a família. “Esse trabalho é um trabalho no qual somos provocados na pastoral. Como é que nós podemos nos provocar em nível de reflexão e caminhada para ajudar aqueles que estão conosco?”, perguntou. 

Com a proposta de aprimorar a atuação conjunta e transversal em prol das famílias como serviço eclesial, o encontro é oportunidade de estudo sobre os itinerários oferecidos pela Pastoral Familiar e de aprofundamento sobre o discernimento diante de situações complexas proposto pelo Papa Francisco na exortação apostólica Amoris Laetitia.  

Dom Bruno destacou a oportunidade de “rezar na casa da mãe”, em Aparecida, e também estudar e aprofundar o tema “que nos desafia”. Para ele, a “situação que a família vive” na atualidade merece uma resposta que parte da oração, da reflexão, do aprofundamento e da coragem.  

“Os itinerários têm essa proposta: vai, corrige, melhora, monta… o que não pode é ficar parado”, disse o bispo, recordando a ousadia proposta pelo Papa Francisco na Evangelii Gaudium. Dom Bruno propôs que os padres estejam sempre se aprofundando, rezando e acreditando que o Espírito sempre vai ajudar a fazer o caminho. 

Temos um longo caminho pela frente. Mas nós percorremos um caminho juntos, vamos rezar bastante para que Deus nos ilumine, nos ajude a dar passos. E se a gente errar, a gente retoma e refaz de novo com toda a humildade, mas com coragem de tentar avançar nessa questão da família”, afirmou. 

Complementaridade de vocações 

Em sua fala de boas-vindas, o casal coordenador nacional da Pastoral Familiar, Alisson e Solange Schila, ressaltou a alegreia de partilhar da “complementaridade das nossas vocações”. Solange destacou: “Juntos, estamos nos colocando nesse serviço para também contribuir na missão de cada um de nós no cuidado e na promoção da família”. 

Casal coordenador da Pastoral Familiar fala aos bispos e assessores | Foto: Tómaz Alves/CNPF

Programação 

O encontro seguirá até sexta-feira (26), com momentos de estudo sobre os temas atuais do serviço de evangelização das famílias, como os itinerários catecumenais para a vida matrimonial; o serviço à vida; e o princípio da gradualidade nos processos de discernimento, conforme o capítulo 8 da exortação apostólica Amoris Laetitia, do Papa Francisco. 

Os participantes também vão refletir sobre “A alegria e a fraternidade como novos ‘lugares teológicos’, a partir dos 10 anos do Pontificado de Francisco”, com apoio do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida do Vaticano. 

📸 VEJA AS FOTOS DO ENCONTRO

CNBB