Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

16 de julho de 2020

Paróquia Nossa Senhora da Esperança

Foi a primeira igreja de Ipatinga e, consequentemente, veio a ser a primeira paróquia da futura cidade. Os pioneiros, por ocasião da construção, vieram de várias regiões desse país e de diversos outros. Eles, vivendo fora da família e da própria terra, sentiram a necessidade de um local de oração, de culto e de outras celebrações religiosas. Assim, a Usiminas, sensível aos seus sentimentos e com o trabalho dos pioneiros, construiu em tempo recorde de doze dias a Igreja que, ainda hoje existe e encontra-se completamente restaurada, respeitando o seu estilo inicial.

A construção de uma igreja tradicionalmente admirável levaria anos para ser concretizada. Porém a direção da Usina Intendente Câmara, contando com a colaboração de firmas empreiteiras elaboraram todo o empreendimento, encontrando então, a solução imediata para o problema. A frente da igreja seria de alvenaria, as laterais e fundos em madeira e, ao lado, uma graciosa torre de cimento armado e seu sino. Com a proximidade das festas do Natal, a construção da Igreja Nossa Senhora da Esperança foi iniciada em 13 de dezembro de 1959 e concluída em doze dias, sendo terminada em 24 de dezembro. Inaugurou-se para Missa do Galo, à meia-noite do dia 24 de dezembro de 1959, celebrada pelo Padre Renato Vangassel, redentorista de Coronel Fabriciano.

Somente madeira de lei foi usada na construção. A madeira simbolizava a vida e a eternidade. O Altar-Mor, a Mesa da Comunhão, a Pia Batismal e a imagem de Nossa Senhora são de uma raiz de peroba rosa. Essa raiz é o que restou de uma gigantesca árvore que havia, justamente, no lugar onde está o primeiro alto forno da Usiminas.

O decreto de instituição da paróquia deu-se no dia 15 de agosto de 1960 – Festa da Assunção de Nossa Senhora. Seu primeiro pároco foi Padre Avelino Marques Canudo, cuja posse aconteceu em 20 de agosto de 1960.

Passou por três restaurações. A primeira de 1983 a 1984; a segunda de 1977 a 1998 e a terceira de 2015 a 2016.

Foi tombada pelo município como Patrimônio Histórico em 1981, através do decreto nº 1443, de 30 de dezembro de 1981.

Em 25 de dezembro de 2016, na Solenidade da Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo, instituiu-se que Nossa Senhora da Esperança seria a Padroeira do Município de Ipatinga.

No começo da construção da usina, entre 1958 e 1959, várias senhoras, esposas dos pioneiros, sentiram-se abençoadas por Deus com uma feliz gravidez. Essas senhoras queriam seguir o exemplo da Virgem Mãe. Como eram devotas de Nossa Senhora do Ó, elas quiseram, pela fé, agradecer à Deus e à Virgem Santa o milagre de uma gravidez tão esperada e oferecer, à nova igreja, este título como forma de gratidão, homenageando a Mãe de Deus, também chamada de Nossa Senhora do Ó, da Expectação, do Bom Parto ou da Esperança.
As antífonas maiores que põe a Igreja nos lábios dos seus sacerdotes começam sempre pela interjeição “Ó” (“Ó Sabedoria... vinde ensinar o caminho da salvação.”; “Ó Rebento da Raiz de Jessé... vinde libertar-nos, não tardes mais.”; “Ó Emanuel... vinde salvar-nos, Senhor nosso Deus.”), como expoente altíssimo do fervor e ardentes desejos da Igreja, que suspirava pela vinda de Jesus, inspiraram o povo espanhol a formosa invocação de “Nossa Senhora do Ó”.
A festa de Nossa Senhora do Ó foi instituída no século VI, pelo décimo Concílio de Toledo.

Pároco

Pe. Rogério Baumann Hernandes

Telefone

(31) 3824-7566

E-mail

paroquianse@gmail.com

Comunidades

Comunidade Nossa Senhora da Esperança (Matriz)
Avenida Castelo Branco, 650 – Horto

Comunidade Nossa Senhora da Conceição
Rua Cristovão Jaques, 250 – Bom Retiro

Comunidade São Francisco de Assis
Avenida Paládium, 1402 – Imbaúbas

Comunidade são José Operário
Avenida Brasília, 2730 – Amaro Lanari
Coronel Fabriciano.

Horários de Missas e Celebrações

Comunidade Nossa Senhora da Esperança (Matriz)
Quarta e Sexta-feira: 07:00
Domingo: 09:00 e 19:30

Comunidade Nossa Senhora da Conceição
Sábado: 19:00
Domingo: 07:00, 09:00 e 18:00

Comunidade São Francisco de Assis
Domingo: 09:00 e 18:00

Comunidade São José Operário
Sábado: 19:00
Domingo: 09:00 e 19:30