Caríssimo(a) irmão(ã), seja bem-vindo(a)!

04 de julho de 2022

Um século de Papas da paz em tempos de guerra

21/06/2022 . Igreja

O Comitê Papa Pacelli – Associação Pio XII organizou uma conferência no dia 22 de junho em Roma para refletir sobre o Magistério dos Pontífices durante os conflitos, de Bento XV e Pio XII a Francisco

Ouça e compartilhe!

Do “massacre inútil” de Bento XV a “A guerra é uma loucura” do Papa Francisco pouco mais de um século passou, mas muito menos em termos de coerência de ensino: todo conflito é uma barbárie contra o homem e contra Deus. Enquanto mísseis e canhões trovejam na Ucrânia, uma conferência programada em Roma na tarde de 22 de junho, no Instituto Maria Santíssima Menina, destaca como nos últimos cem anos os Pontífices, obrigados a deparar-se com as guerras, se posicionaram no âmbito da paz e da reconciliação.

As intervenções

E “Papas pela paz em tempo de guerra. De Bento XV e Pio XII a Francisco” é o título do encontro organizado pelo Comitê Papa Pacelli – Associação Pio XII por ocasião da publicação do último livro do Papa Francisco “Contra a Guerra. A coragem de construir a paz”. Entre os conferencistas, além de Emilio Artiglieri, presidente do Comitê, estará o cardeal Dominique Mamberti, que fará o discurso principal sobre o tema. A exposição do prefeito do Supremo Tribunal da Signatura Apostólica será seguida por outras conferências, incluindo a do diretor do Arquivo Histórico da Secretaria de Estado vaticana (seção “Relações com os Estados”) Johan Ickx – que apresentará uma primeira avaliação historiográfica após a abertura dos Arquivos Vaticanos -, enquanto o diretor editorial da mídia vaticana Andrea Tornielli refletirá sobre “Realismo evangélico: as razões para a paz nos pronunciamentos do Papa Francisco”.

Vatican News
Imagem Capa: Pixabay