Sete praças, Sete Palavras

Jesus Cristo, Filho de Deus feito homem, sofreu antes de sua morte na cruz. Para salvar a humanidade do pecado, sofreu muito mais que o limite humano poderia suportar para morrer e ressuscitar no terceiro dia, provando enfim que o pecado vencera a morte.

Nos momentos que antecederam a Sua Morte, o Senhor deixou-nos as suas últimas palavras, já pregado na cruz, que expressam as suas maiores preocupações. A Igreja sempre guardou essas “Sete Palavras” com profundo amor, respeito e devoção, procurando extrair delas o seu riquíssimo significado.

Em Ipatinga, a Comunidade Senhor dos Passos, pertencente à Paróquia Cristo Rei, no Bairro Novo Cruzeiro celebra as Sete Palavras com muito devoção e fé, porém de forma bastante peculiar.

Na sexta-feira da Paixão, em procissão, a comunidade percorre as sete praças do bairro. Representantes de todos os segmentos da comunidades compõem a procissão. Um jovem da comunidade caracterizado de Jesus, carrega a cruz até a última praça do bairro, de onde segue o cortejo com o Senhor morto.

Cada uma das praças foi devidamente preparada pelos moradores vizinhos para receber o cortejo. Em cada uma delas, uma das palavras proferidas por Jesus na cruz (Perdão, Esperança, Consolação, Expiação, Sacrifício, Redenção e Entrega) é meditada, cuidadosamente preparada por um leigo diferente.

Na sétima praça é celebrada a sétima palavra: entrega, na qual Jesus Cristo se entrega ao Pai. (Mt 23,46), quando tudo está consumado. Aí o Padre Roberto Baía, que conduzira o povo até esse momento, diante da imagem do Senhor  morto, toma a palavra, homilia sobre o significado desse momento para a vida e a ressureição de cada um dos cristãos.

Ao som das matracas, o cortejo segue em silêncio e oração até a igreja, onde é feita a Santa Eucaristia.

A procissão das 7 praças existe há muitos anos, e faz parte do calendário paroquial para a Semana Santa, relata Roseny Aparecida Abrantes Fagundes, Ministra da Palavra e do Ministério de Música.

Fonte: Pastoral da Comunicação
Texto e fotos: José Aparecido Souza
Colaboração:   Roseny Aparecida Abrantes Fagundes.

Palavra do Bispo

Foto de perfil de Dom Marco Aurélio

Dom Marco Aurélio

É o atual Bispo da Diocese, sua ordenação episcopal aconteceu no dia 26 de maio de 2013. Foi nomeado Bispo da Diocese por sua Santidade Bento XVI, hoje Papa Emérito, no dia 21 de fevereiro de 2013, tomando posse no mesmo ano, na Festa da Diocese, em Itabira - MG.

Atividades

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹jul 2017› »