Igreja no Mundo

Sacerdotes: sejam imagem do Coração repleto de amor misericordioso

A Solenidade do Sagrado Coração de Jesus tem uma intenção especial por ser o dia dedicado à oração pela santificação dos sacerdotes. A Igreja em todo o mundo, com motivações do papa Francisco, volta o olhar para Cristo com preces por todo o clero. Na última sexta-feira, 8 de junho, na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília (DF), colaboradores da CNBBMatriz participaram da missa mensal e de adoração eucarística, colocando nas intenções de forma especial, os presbíteros que servem à Conferência como assessores e secretários.

O presidente da celebração, dom Leonardo Steiner, bispo auxiliar de Brasília e secretário-geral da CNBB, fez o pedido no encerramento da oração dos fiéis, rogando que os sacerdotes tenham o amor como o de Cristo, como destacou em sua homilia.

“Um amor que aparece no texto do Evangelho como um amor extremado, uma vida dada, entregue, crucificada. Uma vida tão crucificada que passa pela morte, mas para dizer que nós também passaremos pela morte, mas a vida tem outra plenitude, tem outra grandeza, tem outra dimensão, tem uma outra destinação, se nós pudermos dizer assim, que é a eternidade. Tudo por causa do cuidado de Deus. E isso nós celebramos hoje na festa do Sagrado Coração de Jesus”, refletiu dom Leonardo em sua pregação.

Em sua reflexão após o Evangelho, dom Leonardo questionou se amamos a Deus como Deus nos amou e se temos o mesmo cuidado que Deus tem. “A nossa vida reflete esse cuidado de Deus para com cada um e cada uma de nós? Mesmo nos momentos mais difíceis da nossa vida, como nós abraçamos a nossa vida?”, indagou. Lembrando momentos como a doença e a perda, propôs um novo olhar para essas manifestações, nas quais também podem estar o cuidado de Deus. “Lá onde a vida humana se torna frágil, ela precisa ser cuidada, por mim mesmo primeiro, cada um de nós, porque a nossa vida é curta, extremamente curta, nossa vida é pequena”, alertou.

“Nessas questões, da cotidianidade, do sofrimento dos outros e nossos, será que nós não precisaríamos assim abraçar melhor a vida? Cuidar melhor da nossa vida, porque vale a pena viver. Deus não nos deu uma vida para jogar fora. Deus nos deu uma vida para viver, para servir, estar à disposição, para nos realizarmos como homens, como mulheres. Lembremos dessa graça na festa do Sagrado Coração de Jesus de abraçarmos a nossa vida assim como abraçou Jesus, que não teve medo de doar a vida, não teve medo de amar, não teve receio de cuidado. Que nós também possamos viver assim. E que assim seja”, encerrou dom Leonardo.

Intercessão
Os colaboradores da CNBBMatriz puderam dedicar alguns momentos na manhã da última sexta-feira para rezar pelos padres que atuam no Secretariado Geral da Conferência. Os nomes de assessores e secretários adjuntos foram distribuídos entre os colaboradores durante as últimas semanas. Após a missa, diante do Santíssimo Sacramento, foram convidados a colocar a vida e a missão destes presbíteros diante de Cristo, cuja solenidade do Sagrado Coração ensina a amar com o amor infinito.

Convite da Igreja
Em âmbito universal, a Igreja também se mobilizou para a oração pela santificação dos sacerdotes. Na Audiência Geral da última quarta-feira, 6 de junho, o papa Francisco convidou a rezar durante todo o mês de junho ao Coração de Jesus e a apoiar com a proximidade e o afeto os sacerdotes, “para que sejam imagem daquele Coração repleto de amor misericordioso”.

Já uma carta enviada pelo prefeito da Congregação para o Clero, cardeal Beniamino Stella, convidou as dioceses a meditarem três importantes passos para a santificação dos sacerdotes: subir ao monte, deixar-se transformar e ser luz para o mundo. O cardeal Stella tomou como base para a proposta a nova exortação apostólica do papa Francisco Gaudete et Exultate.

Fonte:CNBB

Atividades

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹ago 2018› »