Igreja no Mundo

Romeiros que seguem a pé para o Santuário de Aparecida recebem orientações

 A poucos dias da festa de Nossa Senhora Aparecida, celebrada em 12 de outubro, a companhia que administra a Via Dutra intensifica as orientações dadas aos romeiros que seguem a pé em direção ao Santuário Nacional de Aparecida.

Conforme explica a CCR NovaDutra em seu site, a campanha que realizam tem como foco a segurança e o reforço nas orientações e dicas aos peregrinos e usuários da rodovia.

Entre as principais indicações oferecidas aos romeiros está a orientação para que utilizem a Rota da Luz SP, um caminho mais seguro para os grupos de peregrinos.

A Rota da Luz SP foi criada pela Secretaria Estadual de Turismo de São Paulo e compreende um percurso de 201 km formado por estradas secundárias que passam por nove municípios, saindo de Mogi das Cruzes (SP), com destino ao Santuário Nacional de Aparecida.

As equipes de inspeção do SOS Usuário da Concessionária irão abordar os grupos de peregrinos, organizadores e carros de apoio na rodovia, com a orientação e distribuição de 10 mil folhetos que reforça a utilização da Rota da Luz como alternativa mais segura e dicas de como se portar na rodovia.

A CCR aconselha ainda os romeiros a caminhar no sentido contrário ao do tráfego, em fila indiana, o mais distante possível da pista e do acostamento; seguir as caminhadas apenas durante o dia e evitar caminhar à noite ou na madrugada; usar roupas claras e coloridas e, se possível, faixas refletivas, a fim de aumentar ao máximo a sua visibilidade para os motoristas.

Orienta também a descansar fora da rodovia e, se houver veículo de apoio, estacioná-lo em local seguro, em posto de serviços, nunca no acostamento. Segundo a concessionária, é preciso manter sempre a atenção, pois rodovia é espaço para veículos, não para pedestres. E, por fim, se chover, orienta a interromper a caminhada, pois os riscos são maiores com pista molhada.

Além das orientações aos romeiros que seguem a pé, a companhia desenvolve uma campanha para os motoristas, que são alertados sobre a presença de romarias no acostamento ao longo da rodovia.

Nesse sentido, preparou a distribuição de 50 mil folhetos nas praças de pedágio da via Dutra para os motoristas. Há também reforço na programação da rádio CCRFM 107,5, com plantões ao vivo, dicas de segurança e informação dos pontos com peregrinos a pé.

Também fazem parte da campanha de orientação dos motoristas 38 painéis de mensagens variáveis (PMV’s) e 14 faixas refletivas afixadas ao longo da rodovia.

Números de 2017

Devido às comemorações pelos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba do Sul, em 2017, a CCR registrou entre os dias 1º de setembro e 30 de outubro, 22.112 romeiros que caminharam a pé pela via Dutra, sendo 18.753 pessoas entre os dias 6 e 13 de outubro, número 117% maior que no mesmo período de 2016.

“Em 2017, em razão do Jubileu dos 300 anos, tivemos um salto no número de peregrinos na rodovia. Já detectamos o aumento de grupos de romeiros à medida que se aproxima a data de 12 de outubro, sentido à Basílica Nacional”, observou o gestor de Atendimento da CCR NovaDutra, Virgílio Leocádio.

De acordo com ele, “a Concessionária não recomenda a realização desse tipo de manifestação, e além de passar as dicas de segurança reforça aos peregrinos, a orientação para utilizar a Rota da Luz SP, um caminho projetado exclusivamente para este ato de fé”.

Dados da CCR NovaDutra revelam que, entre 1º de janeiro e 11 de setembro de 2018, foram registrados 5 acidentes envolvendo romeiros na rodovia, um aumento de 25% comparado ao mesmo período do ano de 2017.

No mesmo período, os números revelam que ocorreram 7 registros de atropelamentos, com 2 vítimas fatais, 4 vítimas leves e uma com ferimentos moderados, aumento de 75%, comparado ao mesmo período de 2017, quando foram registrados 4 atropelamentos, com uma vítima fatal.

“Nossa principal preocupação é com os pedestres que caminham no acostamento, muito próximos à faixa da direita, e nas travessias de trevos e acessos, onde o risco de atropelamentos é maior”, indicou Leocádio.

Segundo a CCR, a campanha de orientação aos romeiros e motoristas é realizada durante todo o ano, quando as equipes registram a presença de romeiros ao longo da rodovia. Porém, é intensificada entre os meses de setembro e outubro, onde há aumento do número de peregrinos.

Fonte: Acidigital