Notícias da Diocese

Jubileu Áureo de Ordenação Sacerdotal de Dom Odilon Guimarães Moreira

A Diocese de Itabira/Coronel Fabriciano (MG) celebra nos dias 26 e 27 de janeiro de 2019, o Jubileu Áureo de Ordenação Presbiteral do bispo emérito, Dom Odilon Guimarães Moreira.

Confira a programação das celebrações: 

  • 26 de janeiro de 2019 às 19h
    Co-Catedral Diocesana São Sebastião
    Rua São Sebastião, 455 – Santa Helena – Cel. Fabriciano (MG)
  • 27 de janeiro de 2019 às 15h
    Catedral Diocesana Nossa Senhora do Rosário
    Rua Monsenhor Felicíssimo, S/N – Centro – Itabira (MG)

Convite: Jubileu Áureo de Ordenação Sacerdotal
Dom Odilon Guimarães Moreira

 

Sobre Dom Odilon

Dom Odilon Guimarães Moreira, nasceu no dia 09 de janeiro de 1939, em Presidente Bernardes (MG). Filho de José Emereciano Moreira e Minervina Guimarães Moreira. É o terceiro filho entre quinze irmãos. Batizado em 21 de janeiro de 1939 e crismado no dia 09 de setembro de 1945.

Em 1952, aos 13 anos, foi morar em Inhapim (MG), à beira do Rio Caratinga. Aí fez a 3ª série numa Escola Municipal. A 4ª série primária foi feita em 1954. Em seguida, em 1955 fez admissão no Pré seminário Nossa Senhora das Graças em Inhapim, juntamente com o Pe. Othon Fernandes Loures. Não tendo como continuar os estudos, Pe. José Geraldo das Mercês lhe propôs custear seus estudos.

Foi para Córreas, Petrópolis (RJ), no ano de 1956, onde permaneceu até 1961. Ali fez as outras quatro séries e o colegial no Seminário Nossa Senhora do Amor Divino. Em Mariana (MG), no ano de 1962, fez Filosofia em 3 anos e 2 anos de Teologia, permanecendo, portanto, no Seminário São José, de 1962 a 1966. No ano de 1967 foi para Belo Horizonte (MG), fazer os dois últimos anos de Teologia, residindo no Seminário Maior do Coração Eucarístico de Jesus.

Sua ordenação diaconal foi realizada no dia 24 de dezembro de 1967, em Caratinga (MG). Ordenado sacerdote em São João do Oriente (MG), no dia 23 de janeiro de 1969, por Dom José Eugênio Correia, então Bispo Diocesano de Caratinga.

Em 1971 convalidou o curso de Filosofia na Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João Del Rei (MG). E em 1975, obteve a Licenciatura em Matemática, pela FAFIC na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras em Caratinga-MG.

Trajetória Eclesiástica: De 1969 a 1970, pároco em Sobrália, São João do Oriente e Iapu (MG). De 1970 a 1971, Vigário Paroquial na Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Caratinga.  1972 a 1986, pároco na Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Caratinga. Foi professor de Matemática durante vários anos em Caratinga. Neste mesmo tempo, Vigário Ecônomo em Santa Bárbara do Leste, por 2 anos. Professor e Diretor espiritual do Seminário Nossa Senhora do Rosário em Caratinga. Coordenador de Pastoral na Diocese de Caratinga por 2 anos. Pároco na Paróquia de Santo Antônio em Ipanema, de 1986 a 1994. Foi Coordenador Diocesano de Pastoral da Diocese de Caratinga. Pároco em Carangola e Administrador Paroquial em Farias Lemos, de 1994 a 1999. Em 04 de agosto de 1999, foi nomeado Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Vitória-ES. Sua sagração episcopal foi em 24 de outubro de 1999, em Carangola-MG, pelo arcebispo de Vitória, Dom Silvestre Luís Scandian, concelebrando com Dom José Eugênio Correia e Dom Hélio Gonçalves Heleno. E em 07 de novembro de 1999, foi empossado na Arquidiocese de Vitória. Tendo o lema “Ita Pater” (Sim ó Pai), colocou-se inteiramente a serviço do Reino.

Causas abraçadas no exercício do ministério sacerdotal, nas paróquias: Assistente do Círculo de Operários Cristãos, assessor da Dimensão Sócio Transformadora, trabalhou na Educação, Pastorais Sociais e Legião de Maria. Nas suas pregações, de acordo com o Evangelho, alertava para as obrigações sociais de todos. Quanto aos encarcerados, celebrou a Eucaristia por várias vezes nos diversos presídios em Caratinga, Carangola, Ipanema e Vitória.

No dia 22 de janeiro de 2003, foi nomeado Bispo Titular da Diocese de Itabira – Cel. Fabriciano. Em 30 de março de 2003, empossado Bispo Diocesano de Itabira – Cel. Fabriciano.

Quando bispo diocesano, nas visitas pastorais às paróquias, enfatizou sempre a importância dos Conselhos Pastorais, das celebrações dominicais e dos Grupos de Reflexão, o serviço de animação vocacional (SAV) e formação dos seminaristas. Assumiu a presidência da Irmandade Nossa Senhora das Dores, do Hospital em Itabira, por força do Estatuto.

Na CNBB, foi presidente do COMIRE LII – Conselho Missionário Regional e também membro da Comissão a Serviço da Justiça, da Caridade e da Paz da CNBB – LII, eleito na Assembleia dos Bispos, realizada entre 04 a 13/05/2011, em Aparecida do Norte, ficando até junho/2013.

Em 21 de fevereiro de 2013, renunciou o Bispado da Diocese de Itabira- Cel. Fabriciano, passando a Administrador Apostólico da Diocese de Itabira, até o dia 15 de junho de 2013. Após essa data, Bispo Emérito de Itabira-Fabriciano. Residindo em Ipatinga, foi nomeado pelo seu sucessor, Administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Esperança, em Ipatinga, no dia 08 de agosto de 2013. Posteriormente nomeado Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Esperança, por Provisão de 25 de janeiro de 2017. E em 29/09/2017, foi provisionado Vigário Paroquial da Paróquia Sagrada Família, em Ipatinga.