Palavra do Bispo

Igreja Santa e Missionária

Amados irmãos e irmãs, alegria e paz!

Eis que estamos em um mês muito especial na nossa Igreja e, de modo particular, para a nossa Diocese de Itabira-Cel. Fabriciano. Há poucos dias acolhemos e celebramos a IV Romaria das Águas e da Terra. Como Igreja peregrina e profética, manifestamos nossa solidariedade com as vítimas dos acidentes/crimes socioambientais, neste momento histórico em que somos desafiados a assumir uma responsabilidade crítica e propositiva sobre as atividades mineradoras em nossa região e em nosso planeta,em busca de uma “conversão ecológica”.

Na carta da IV Romaria, condenamos o atual modelo econômico devastador e destruidor, que é voraz, orientado apenas para o lucro, como diz o lema: Vão-se os bens da criação, ficam miséria e destruição! Como Igreja, “propomos uma mudança de paradigma em todas as nossas atividades econômicas, incluindo a mineração, é nossa responsabilidade entregar às gerações futuras um mundo melhor do que este que recebemos. Temos conhecimentos e condições para reorganizar a vida em sociedade para além do sistema extrativista, materialista, individualista e consumista, que quer a todos devorar. ”

No domingo da Ascensão do Senhor, celebramos o 53º Dia Mundial das Comunicações Sociais. “Somos membros uns dos outros” (Ef 4, 25). Das comunidades de redes sociais à comunidade humana, é a reflexão que o Santo Padre, o Papa Francisco nos convidou a fazer. Na sua tradicional mensagem, fez um convite à reflexão sobre as relações entre as pessoas na internet, ambiente no qual a Igreja acredita que deve ser usado para o “encontro das pessoas e a solidariedade entre todos”.

O tema escolhido pelo Papa “sublinhou a importância de restituir à comunicação uma perspectiva ampla, baseada na pessoa, e enfatiza o valor da interação entendida sempre como diálogo e oportunidade de encontro com o outro”.  O papa reforça a verdade, indica o olhar de inclusão e a capacidade de compreensão e comunicação entre as pessoas humanas que “têm o seu fundamento na comunhão de amor entre as Pessoas Divinas”.

Transcorridos os 50 dias da Páscoa, celebramos Pentecostes, dia em que o mistério pascal atingiu a sua plenitude no Espírito derramado sobre a Igreja, manifestando sua ação missionária. Nesta força do Espírito Santo celebramos os 54 anos de nossa caminhada diocesana.A nossa Diocese foi erigida pela Bula “Haud Inani” do Papa Paulo VI, em 14 de junho de 1965, sendo desmembrada das Arquidioceses de Mariana e Diamantina. No dia 1º de junho de 1979 o Papa João Paulo II mudou sua denominação para Diocese de Itabira-Fabriciano.

Celebremos com alegria em todas as nossas paróquias o tríduo e os 54 anos de nossa Diocese, para que, por intercessão de Nossa Senhora Aparecida, nossa padroeira, possamos viver o nosso batismo de forma profética e missionária neste chão.

Que neste mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus ouçamos o forte e suave convite do Senhor: “Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados e eu vos darei descanso”.

Dom Marco Aurélio Gubiotti
Bispo Diocesano de Itabira – Coronel Fabriciano
“Pela Graça de Deus” (1Cor 15,10)

Dom Marco Aurélio

É o atual Bispo da Diocese, sua ordenação episcopal aconteceu no dia 26 de maio de 2013. Foi nomeado Bispo da Diocese por sua Santidade Bento XVI, hoje Papa Emérito, no dia 21 de fevereiro de 2013, tomando posse no mesmo ano, na Festa da Diocese, em Itabira - MG.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Atividades

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 « ‹ago 2019› »