Palavra do Bispo

A Páscoa de Cristo nos renova

Amados irmãos e irmãs,

Iremos celebrar com muita fé, em comunhão com toda a Igreja, a semana santa. Ela é o coroamento da quaresma, tempo de penitência e de conversão. É um tempo especial para cultivarmos uma espiritualidade da Paixão do Senhor e da cruz. É um momento rico para a oração e a contemplação do grande Sacrifício de Jesus, resultado de sua fidelidade e obediência ao Pai.

Para nós, viver a Semana Santa é acompanhar Jesus no seu percurso rumo ao calvário, que culmina na sua morte e, por conseguinte, sua ressurreição. É viver o vértice da caminhada de Jesus, que se entregou voluntariamente à morte para corresponder ao amor de Deus Pai, em perfeita união com sua vontade, para demonstrar o seu amor por nós.

A semana santa é um tempo de graça que o Senhor nos doa, para abrir as portas do nosso coração, da nossa vida, das nossas paróquias, comunidades, movimentos e pastorais e ‘sair’ ao encontro dos outros para levar a luz da verdade e a alegria da fé. A lógica da semana santa é a lógica do amor e do dom de si mesmo, que exige deixar de lado as comodidades de uma fé cansada e rotineira, para levar Cristo aos irmãos.

Na noite santa da Vigília Pascal, ouviremos: “Ó Deus, que iluminais esta noite santa com a glória da ressurreição do Senhor, despertai na vossa Igreja o espírito filial para que inteiramente renovados, vos sirvamos de todo coração”. Neste dia, celebrando a Páscoa de Cristo, nos alegramos por sermos renovados por sua ressurreição para amar e servir.

Renovados pela Páscoa do Senhor temos a missão de torná-la acessível aos irmãos e irmãs que vivem numa realidade marcada pelo pecado e a morte, manifestando com o próprio testemunho a vivência do mandamento do amor, saindo de si ao encontro dos outros, buscando novos caminhos pelo direito e pela justiça, para que aconteçam políticas públicas, promovendo a dignidade e permanecendo junto de quem a vida feriu. “Não fujamos da ressurreição de Jesus; nunca nos demos por mortos, suceda o que suceder” (EG 3).

Irmãos e irmãs, ao celebrarmos a Páscoa do Senhor, alegremo-nos por participarmos de tão profundo e grandioso mistério a nós revelado. A grandeza de Deus está no fato de tornar-se pequeno, fazer-se servo, olhar em nossos olhos, se curvar diante da nossa fraqueza, da nossa pobreza e do nosso sofrimento; assumir nossa condição de pecadores para nos redimir. Como cristãos, nossa missão é anunciar Cristo Vivo e Ressuscitado onde quer que nos encontremos, naquilo que somos e fazemos. Para este anúncio se faz necessário um sair para ir ao encontro. Esta saída missionária exige profunda conversão, pois é um processo pascal que implica vida, morte e ressurreição.

Celebremos e anunciemos a Páscoa de Nosso Senhor Jesus Cristo e participemos da construção de Políticas Públicas na defesa da vida, dos direitos, do bem comum, da justiça e da paz.

Acolhemos a Páscoa do Senhor como um convite de renovação em nossa vida cristã.

Desejo a todos uma feliz e Santa Páscoa.

Deus abençoe e esteja com todos, a PAZ do Cristo Ressuscitado!

+ Dom Marco Aurélio Gubiotti
Bispo Diocesano de Itabira-Coronel Fabriciano
“Pela Graça de Deus” (1Cor 15,10)

Dom Marco Aurélio

É o atual Bispo da Diocese, sua ordenação episcopal aconteceu no dia 26 de maio de 2013. Foi nomeado Bispo da Diocese por sua Santidade Bento XVI, hoje Papa Emérito, no dia 21 de fevereiro de 2013, tomando posse no mesmo ano, na Festa da Diocese, em Itabira - MG.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Atividades

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹abr 2019› »