Igreja no Mundo

12º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra já tem lugar marcado

Foi durante o encerramento do 1º Encontro Nacional da Pastoral do Artista Sacro, promovido pelo Setor Espaço Litúrgico da Comissão para a Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que o assessor, padre Thiago Faccini anunciou a 12º edição do Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra, que irá ocorrer na diocese de Castanhal no Pará, em data ainda a ser divulgada. Na ocasião, o assessor também apresentou a logo oficial do evento.

Segundo o padre Thiago, a arte foi criada pelo artista e monge, padre Marcelo Molinero. “A logo foi inspirado na cerâmica marajoara, artesanato típico do estado do Pará”, explica. Este encontro é realizado a cada dois anos, com a intenção de promover um debate acadêmico e interdisciplinar sobre a dignidade dos espaços de celebração, bem como a importância da preservação do patrimônio artístico e cultural da Igreja.  A cada edição, de maneira itinerante, uma universidade é convidada a ser parceira na realização do encontro.

Pastoral do Artista Sacro – O 1º Encontro Nacional da Pastoral do Artista Sacro aconteceu de 07 a 09 de setembro, no Centro de Formação Sagrada Família, na cidade de São Paulo. Participaram cerca de 30 artistas sacros de diversas regiões do Brasil, com o tema “Arte como Liturgia e Liturgia como Arte”, e o objetivo de refletir sobre a importância e necessidade de uma arte autenticamente litúrgica.

O evento teve como conferencistas a professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP), Wilma Steagalli De Tommaso, doutora em Ciências da Religião e autora do livro O Cristo Pantocrator: Da origem às igrejas no Brasil, na obra de Cláudio Pastro; e do professor Jeronimo Pereira Silva, doutor em Sagrada Liturgia e professor do Instituto de Liturgia Pastoral de Santa Giustina de Pádua- Itália. A coordenação ficou a cargo do padre Thiago Faccini, assessor do Setor Espaço Litúrgico da CNBB.

Segundo o padre Thiago, na ocasião os artistas encontraram um ambiente de convivência fraterna, onde puderam partilhar seus trabalhos e juntos rezarem. “O encontro foi uma oportunidade de refletir e orientar os artistas sobre a identidade da arte das igrejas pós concílio Vaticano II, e quais devem ser as fontes e critérios para que a arte litúrgica cumpra o seu papel de revelar o Mistério celebrado”, explica.

Ainda de acordo com ele, a Pastoral do Artista Sacro foi criada durante o 11º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra que aconteceu em setembro de 2017 na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) em Curitiba. “A Pastoral do Artista Sacro pretende ser um canal de diálogo e apoio aos artistas ajudando-os a compreender a importância da arte litúrgica e o seu papel e significado no espaço celebrativo”, finalizou padre Thiago.

Fonte: CNBB